Visitor Relationship Management é a arte de extrair valor da informação dos visitantes, o CRM (Customer Relationship Management) é baseado na recolha do máximo de informações disponíveis sobre o cliente (como é óbvio identificá-lo), não só para adaptar os produtos e serviços a ele mas para produzir o que ele quer comprar, VRM pretende complementar as informações com o CRM fornece dados agregados de visitantes, cuja identidade nunca será conhecido. Ao capitalizar esses dados como informações de segmentação comportamental, permite-nos determinar o seu interesse nos produtos oferecendo-lhes a informação na forma como o quer que seja entregue via web, aumentando nossas vendas online. Talvez o caso mais famoso de um exemplo de VRM é a funcionalidade da AMAZON que permite recomendar livros, através do perfil de navegação (além do registo de compras.
Então veja, manda esse email para 100 dos seus amigos, e desses 100, 10 reencaminham para mais 100. Isto dá um total de 1000 pessoas a lerem o email. Mesmo que o lucro por compra não seja muito elevado, vamos assumir que reçebemos 3€ por cada venda, e que apenas 10% das pessoas que leram se sentiram suficientemente interessadas compraram, ficamos com um total de 100 pessoas a comprar o produto. Ora o nosso lucro irá ser de 3€ x 100 pessoas o que dá um total de 300€ apenas por menos de 1-2 horas de trabalho!
Una guía completísima y útil Frank. El asunto “publicidad frente a afiliación” es bastante interesante, sobre todo porque la publi convencional en Internet parece que ha tocado casi fondo. De hecho hasta el New York Times se interesa ahora por los enlaces de afiliados como via de diversificar ingresos y ha comprado una web que se dedica precisamente a eso, a revisar productos y obtener comisiones de Amazon, como modelo de negocio.
×