Prioritizing clicks refers to display click ads, although advantageous by being ‘simple, fast and inexpensive’ rates for display ads in 2016 is only 0.10 percent in the United States. This means one in a thousand click ads are relevant therefore having little effect. This displays that marketing companies should not just use click ads to evaluate the effectiveness of display advertisements (Whiteside, 2016).[42]
In-game advertising - In-Game advertising is defined as "inclusion of products or brands within a digital game."[49] The game allows brands or products to place ads within their game, either in a subtle manner or in the form of an advertisement banner. There are many factors that exist in whether brands are successful in their advertising of their brand/product, these being: Type of game, technical platform, 3-D and 4-D technology, game genre, congruity of brand and game, prominence of advertising within the game. Individual factors consist of attitudes towards placement advertisements, game involvement, product involvement, flow or entertainment. The attitude towards the advertising also takes into account not only the message shown but also the attitude towards the game. Dependent of how enjoyable the game is will determine how the brand is perceived, meaning if the game isn't very enjoyable the consumer may subconsciously have a negative attitude towards the brand/product being advertised. In terms of Integrated Marketing Communication "integration of advertising in digital games into the general advertising, communication, and marketing strategy of the firm"[49] is an important as it results in a more clarity about the brand/product and creates a larger overall effect.
O sistema em si é bastante simples, só precisamos de nos registar num site e de promover os produtos que estes oferecem, seja de que maneira for. Mas iremos tratar das maneiras de promoção mais á frente. Com cada venda é nos dada uma certa % ( percentagem ) do preço total do produto por cada venda. Não é envolvido nenhum gasto de dinheiro por parte do promotor, e por cada venda só temos a receber!
Resumindo, quando você promove um determinado programa de afiliado, você é recompensando por essa promoção de acordo com o que a empresa/anunciante decidiu previamente: clique, ação, lead, mil impressões, formulário ou venda. Para percebermos mais facilmente como funciona cada um desses formatos de publicidade com programas de afiliados, vamos analisar caso-a-caso e dar-lhe alguns exemplos práticos para uma melhor percepção:
Marketing digital são ações de comunicação que as empresas podem utilizar por meio da internet, da telefonia celular e outros meios digitais, para assim divulgar e comercializar seus produtos, conquistando novos clientes e melhorando a sua rede de relacionamentos. Ele engloba a prática de promover produtos ou serviços pela utilização de canais de distribuição eletrônicos, para então chegar aos consumidores rapidamente de forma relevante, personalizada e com mais eficiência.[1]
Um exemplo de sucesso é o Facebook que conquistou rapidamente o público e em pouco tempo ultrapassou os concorrentes. A chave foi a simplicidade, a rapidez de execução e a liberdade que o usuário tem ao manusear as suas funções. O uso da rede fez tanto sucesso, que as empresas passaram a investir na criação de um ambiente de comunicação com o cliente, permitindo que criassem uma página de negócios, as fan pages.

Dentre as várias vantagens de trabalhar com marketing de afiliados, diria que a mais interessante é o potencial de rentabilização desse mercado. Existem produtos que pagam comissões altíssimas, recorrentes, por clique, por venda, por impressão, etc. Existem também afiliados que trabalham na divulgação desses produtos através de plataformas de publicidade e outros que aproveitam os programas de afiliados como forma de rentabilizar o tráfego dos seus sites e blogs. Ambos os modelos são perfeitamente viáveis e geram resultados.
Collaborative Environment: A collaborative environment can be set up between the organization, the technology service provider, and the digital agencies to optimize effort, resource sharing, reusability and communications.[36] Additionally, organizations are inviting their customers to help them better understand how to service them. This source of data is called User Generated Content. Much of this is acquired via company websites where the organization invites people to share ideas that are then evaluated by other users of the site. The most popular ideas are evaluated and implemented in some form. Using this method of acquiring data and developing new products can foster the organizations relationship with their customer as well as spawn ideas that would otherwise be overlooked. UGC is low-cost advertising as it is directly from the consumers and can save advertising costs for the organisation.
Advertiser Disclosure: Some of the products that appear on this site are from companies from which QuinStreet receives compensation. This compensation may impact how and where products appear on this site including, for example, the order in which they appear. QuinStreet does not include all companies or all types of products available in the marketplace.

O marketing de busca são estratégias para posicionar o(s) site(s) de sua empresa nas primeiras colocações do Google. Há duas maneiras para colocar sua empresa no Google: Através dos Links Patrocinados (AdWords) e da Otimização de Sites (SEO - Search engine optimization). A primeira são técnicas para criar os anúncios pagos do Google e a segunda são técnicas para organizar o conteúdo e estrutura do site de modo que o site seja encontrado de maneira natural pelo cliente/usuário. Por ser um processo natural, não gera custos para os donos das páginas, diferentemente dos links patrocinados. A busca orgânica apresenta resultados que são obtidos pela análise dos sites em função de sua relevância e da palavra-chave[6].

Segunda geração da Web onde o conceito é a Web como plataforma, para uma comunidade e serviços na internet, com realce na colaboração e na partilha de informação. Há mais de 10 anos quando surgiu o e-marketing, os sites eram um género de cartão de visita sofisticado, que algumas empresas “mais na moda”, utilizavam para se apresentar a potenciais clientes na internet. A tecnologia tem permitido a evolução deste conceito até converter os sites iniciais em verdadeiras ferramentas de e-branding: a venda pela internet não é obrigatória; ou até mesmo aconselhável em certas ocasiões, algumas vezes a verdadeira chave para o sucesso é ser capaz de induzir o visitante a comprar através de um diferente canal. Para ajudar a atingir esse objectivo, nada melhor do que, permitir aos utilizadores que conheçam o negócio através de sites interactivos e social media que lhes possibilitem ter um papel activo no desenvolvimento de conteúdos. Existem muitos exemplos, o melhor é olhar para os rankings dos melhores sites do ano por sector para perceber o que melhor se faz nesta área.


Existem inúmeras vantagens para você trabalhar com marketing de afiliados, mas a principal é que você não tem de se preocupar em criar um produto para vender na internet. Já alguém criou esse produto e você pode se tornar afiliado desse produto, promovendo-o por meio de links de afiliado e enviando tráfego através desses links para esse mesmo produto. A partir desse momento, sua responsabilidade termina. O produtor, ou dono do produto, passa a ser a pessoa responsável por enviar a mercadoria para o comprador e manter esse cliente satisfeito. Você receberá uma comissão por ter gerado essa venda, mas não é responsável por absolutamente mais nada.
×